O fim do processo

Por anos nosso trabalho em busca do reconhecimento da cidadania italiana ficou parado.

No final de 2009 havíamos decidido, por motivos pessoais, parar o processo. Mas esta, felizmente, não foi a decisão final.

Em 2014, sem nenhuma expectativa de uma vida próspera e tranquila no Brasil, decidimos com firmeza voltar a este trabalho.

Na época, já com uma filha de 3 meses e sem muito tempo a perder, resolvemos investir na contratação de uma empresa que nos desse assessoria para fazer o reconhecimento da cidadania na Itália. E assim fizemos.

Naquele momento, já tínhamos encontrado todos os documentos necessários para prosseguir com o processo mas faltava prepará-los para levar à Itália.

Hoje o procedimento não é mais desta forma porém, na época , a preparação da documentação consistiu em:

  • Tirar a segunda via de inteiro teor de todos os documentos. Como a validade para os documentos perante o processo é curta, tivemos que tirar a segunda via de todas as certidões novamente;
  • Legalizar os documentos no Escritório de Representação do Ministério de Relações Exteriores no Rio de Janeiro (Ererio). Para que documentos brasileiros tenham validade na Itália é necessário legalizá-los junto ao Ministério de Relações Exteriores competente;
  • Fazer a tradução juramentada de todos os documentos. Não é válida qualquer tradução, tem que ser feita por um tradutor público (ou juramentado) concursado e habilitado pela Junta Comercial do estado onde reside e atua;
  • Legalizar os documentos no consulado italiano. Todos os documentos oficiais emitidos no Brasil, para serem legalmente válidos na Itália devem obrigatoriamente receber a legalização consular.

O dia de retirada dos documentos legalizados no consulado italiano do Rio de Janeiro foi um dia de alegria. Estava tudo pronto! Chegada a hora de comprar as passagens e partir para a Itália!

Final de outubro de 2015 estávamos nós três: eu, meu marido e nossa filha embarcando para a Itália. Pareceu um sonho esse dia ter realmente chegado.

Na Itália foram relativamente simples os procedimentos porque contávamos com a assessoria contratada. Basicamente tivemos que cumprir as seguintes tarefas:

  • Ir a “Agenzia delle entrate” fazer o codice fiscale (o CPF italiano) do meu marido;
  • Dar entrada no processo de reconhecimento da cidadania no comune (prefeitura) da cidade onde estávamos residindo;
  • Aguardar a visita do vigile (oficial da polícia) à nossa casa para confirmar que meu marido estava residindo no local.

Passado isso foi só aguardar. Demos uma tremenda sorte. O processo de cidadania ficou pronto em 1 mês!!! Depois disso foi só ir até à comune retirar a documentação e fazer a identidade e, depois, ir até à Questura (polícia federal) dar entrada no passaporte italiano, que ficou pronto aproximadamente 2 meses depois.

Contratar uma empresa que te assessore na Itália é algo que recomento fortemente para casos como o nosso onde não sabíamos absolutamente nada da língua, estávamos com pressa para resolver isso e tínhamos um dinheiro guardado para investir neste serviço.

Para aqueles que desejam fazer o processo na Itália por conta própria, sugiro educar-se na Escola Online de Cidadania Italiana, uma iniciativa do Fábio Barbiero do blog Minha Saga.

Espero muitíssimo que as informações deste blog ajudem quem busca o sonho de reconhecimento da cidadania italiana. O processo é trabalhoso e custoso mas não me arrependo um só dia de termos seguido em frente e gerado com isso a oportunidade de mudarmos a nossa vida.

14 comentários Adicione o seu

  1. isabela stafussa ortiz disse:

    Ola , por gentiliza , qual o cartorio que possa fazer a busca de certidões de nascimento , batismo e casamento na italia , e qual o valor que irei gastar em reais por favor .

    1. Bárbara Ferreira disse:

      Olá Isabela
      Entrarei em contato com você por email para falarmos sobre busca de certidões na Itália.
      Grande abraço.

  2. Núbia disse:

    Bom dia parabéns pelo término do processo eu estou ainda reunindo as certidões aqui no Brasil vc poderia me passar o contato de alguém que possa procurar a certidão na Itália ? obrigada

    1. Bárbara Ferreira disse:

      Obrigada, Núbia.
      Desejo que dê tudo certo na reunião de seus documentos.
      Atualmente estou prestando o serviço de busca de certidões na Itália. Entrarei em contato com você por email.
      Grande abraço!

  3. Andréa disse:

    Olá, Bárbara. Tudo bem? Estou fazendo meu processo de cidadania, e gostaria de saber se pode me ajudar em uma dúvida. Obtendo minha cidadania italiana, posteriormente posso passar a mesma para meu cônjuge?
    Obrigada!

    1. Bárbara Ferreira disse:

      Sim, Andréa. Seu marido poderá se naturalizar italiano sem a perda da nacionalidade brasileira. A solicitação poderá ser feita pelo Brasil ou pela Itália. Pelo que tenho conhecimento, pelo Brasil só poderá ser feita quando o casal completar 3 anos de casamento, ou 1 ano e meio se tiverem filhos. Pela Itália é preciso ter 2 anos de casamento ou 1 ano se tiverem filhos só que é preciso ser residente na Itália para fazer o processo por aqui.

  4. Silvia disse:

    Olá Barbara, preciso achar a certidao do meu avo que nasceu em Napoli mas veio sem documento ao Brasil ainda criança. Gostaria de saber mais sobre o seu trabalho nessa assessoria. Obrigada

    1. Bárbara Ferreira disse:

      Olá Silvia
      Vou te enviar um email explicando como funciona meu trabalho.
      Um abraço!

  5. Sueli C. Gomes disse:

    Olá Barbara, preciso conseguir a certidão do bisavô do meu filho em Frisanco, Provincia de Pordenone, tenho data de nascimento e nome dos pais do bisavôs. bisavô casado e falecido no Brasil.
    gostaria de saber o custo do su trabalho pela acessória. Obrigada.

    1. Bárbara Ferreira disse:

      Olá, Sueli

      Perfeito. Te envio um email agora com o orçamento.

      Um abraço.

  6. Roberta disse:

    Olá Bárbara,

    Estou jo processo de retificação das certidões, e pretendo ir com meu esposo e filho em abril para reconhecer a Cidadania.
    Você poderia nos indicar a empresa de assessoria que contratou? Pois essa parte é tão complicada…

    Obrigada e parabéns pelo trabalho.

    Roberta Stançane.

    1. Bárbara Ferreira disse:

      Olá Roberta

      Entrarei em contato com você por email.

      Um abraço!

  7. Sergio Silva disse:

    Olá Barbara, estou me programando para dar entrada no processo de cidadania em Janeiro, e gostaria de dar entrada na Provincia de Pordenone Comune Polcenigo, vc presta acessoria para esta região? gostaria de receber um orçamento, para duas pessoas eu e minha mãe. obrigado

    1. Barbara Ferreira disse:

      Olá Sergio.Trabalhamos na província de Treviso. Estamos com vaga para janeiro. Você tem interesse? Enviarei um email para você. Um abraço.

Deixe uma resposta