Tentativas de obter informações

Os documentos do Christian, é claro, já estavam aqui, do pai dele era só pedir, mas os do avô e do bisavô eram mais complicados. O avô dele já faleceu, o pai dele não fala mais com a própria mãe que atualmente mora com a filha (tia do Christian) que também não fala com o irmão (pai do Christian)…

Christian resolveu ligar para a tia, falou com ela sobre o processo. Ela disse que iria ver onde estão os documentos do pai… Christian enviou à ela por email uma lista dos documentos necessários mas ela acabou não respondendo.

Já a documentação do bisavô estava mais difícil ainda de conseguirmos. A tia dele mencionou que quem deveria estar com os documentos do Paschoal (o italiano) era o Antônio, filho mais velho dele.

Não tínhamos contato com estas pessoas da família. Veio então a idéia de procurar no Orkut.

Não é que deu certo! Na comunidade Magnelli conheci a Helena, esposa do filho do tal Antonio que provavelmente estaria com os documentos do italiano. Ela foi muito simpática e resolveu ajudar me colocando em contato com a nora dela, a Leisliane, que está atualmente morando com a Dona Andrea, esposa do Antonio, que descobrimos que também já faleceu.

A Leisliane também foi super simpática e tentou ajudar mas não conseguiu muita coisa. Ela falou com a D. Andrea que estávamos em busca dos documentos do Paschoal… A D. Andrea ficou um pouco cismada e disse que todos os documentos ficam com a filha dela, a Ana, que seguindo a complicação da família não fala com a Leisliane, ou seja, empacou o processo.

Deixe uma resposta